Visite o Litoral do Paraná

 

PRAIAS, ILHAS E MUITA HISTÓRIA PARA CONTAR

São 125 praias e balneários com areias brancas, águas mornas e limpas. Destinos na temperatura certa para a diversão, perfeitos para quem curte o sossego. As mais de 50 ilhas são um caso à parte, verdadeiros paraísos com natureza preservada.

A vida noturna é bem movimentada, com bistrôs, restaurantes e música ao vivo nos bares e baladas. Sobram opções para se divertir. Hotéis e pousadas ao longo da costa dão todo o suporte para o turista.

Seja qual for a sua praia, o seu destino está aqui! Venha viver tudo o que o Litoral do Paraná pode oferecer!

O QUE FAZER

TURISMO CULTURAL

Considerado o berço da colonização do estado, no Litoral estão cidades históricas. Em Paranaguá, é possível conhecer um dos maiores portos do Brasil e a Estação Ferroviária, onde fica o Marco Zero da Estrada de Ferro Paranaguá-Curitiba. Além deles, visite também o Centro Histórico e o Museu de Arqueologia.

Não bastasse a beleza natural, a Ilha do Mel brinda quem chega com atrativos como a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres e o Farol das Conchas. E se o assunto é cultura, não se pode deixar de prestigiar o fandango, dança típica litorânea muito comum em Guaraqueçaba e na Ilha dos Valadares, localizada em Paranaguá.

Em Morretes, o visitante pode explorar o Parque Estadual do Marumbi, o Caminho do Itupava, o povoado de Porto de Cima e percorrer o trajeto da bela Estrada da Graciosa.

Centro Histórico, Morretes – Foto: Priscila Forone / Acervo SEBRAE – Paraná Turismo

ECOTURISMO

O Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange, que abrange Matinhos e outros três municípios, foi criado para proteger a flora e fauna da região. No local, são encontrados animais em risco de extinção, vegetação bem preservada, rios cristalinos, saltos, cachoeiras e paredões.

Estendendo-se por outros três municípios, o Parque Estadual Pico do Marumbi, em Morretes, é a maior unidade de conservação do estado aberta ao público e se destaca pela área preservada do bioma Mata Atlântica.

Em Guaraqueçaba, a natureza se apresenta com exuberância no Parque Nacional do Superagui, rico em biodiversidade, e na Reserva Salto Morato, que tem como maior atrativo uma cachoeira de cerca de cem metros.

Outros destinos imperdíveis são o Parque Estadual Rio da Onça, em Matinhos; a Floresta Estadual do Palmito, em Paranaguá; e, claro, a Ilha do Mel, um dos mais belos atrativos turísticos do Paraná, que também se destaca como um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil.

Pico Paraná, Antonina – Foto: Sec. Municipal de Comunicação de Antonina

TURISMO NÁUTICO

No Litoral Paranaense, navegar é imperdível! Aproveite as águas das muitas ilhas e baías e embarque na aventura na Baía de Guaratuba; na Baía dos Pinheiros, em Guaraqueçaba; e ainda em Matinhos e Pontal do Paraná.

TURISMO DE AVENTURA

O turismo de aventura pode ser realizado em sua essência em distintos pontos do Litoral do Paraná.
Antonina é o cenário perfeito para esportes radicais. Dá pra pedalar numa rota que passa pela Cachoeira do Cedro, fazer rafting no Rio Cachoeira e praticar montanhismo no Vale do Gigante, localizado aos pés do Pico Paraná – a montanha mais alta do Sul do país, com 1.877 metros de altura!

Em Pontal do Paraná, a Estrada Ecológica do Guaraguaçu serve de palco para a Caminhada Internacional na Natureza, evento popular realizado anualmente em meio a cenários naturais.

TURISMO DE SOL E PRAIA

Com 125 praias e balneários e 57 ilhas, a região tem águas, areias e belezas para agradar aos mais diversos e exigentes banhistas.

 

Praia Central de Guaratuba – Foto: Gustavo Aquino / Correio do Litoral)

TURISMO RELIGIOSO

Sempre dá para arranjar um tempinho para cuidar da espiritualidade. Localizada na praça central de Guaratuba, a Igreja Matriz Nossa Senhora do Bom Sucesso é uma construção secular feita por escravos e tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná.

Em Guaraqueçaba, destaca-se a Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões, com altar em forma de um barco com a base em formato de peixe. Já em Paranaguá, encontram-se o Santuário de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná, e a Catedral de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, a mais antiga igreja do município. Vale citar também o Santuário de Nossa Senhora do Pilar, no centro de Antonina. Essa centenária construção foi tombada pelo Patrimônio Histórico do Paraná em 1999.

A região tem também festas religiosas, como a do Rocio, em Paranaguá, e a do Divino, em Guaratuba.

Baía de Guaratuba – Foto: Mario José Natalino / Prefeitura de Guaratuba

COMO CHEGAR

Há três maneiras de se chegar ao litoral. Os dois principais acessos à região são pela BR-277, sentido Matinhos ou Paranaguá, e também pela BR-376, sentido Joinville, passando pelo município de Garuva e seguindo pela rodovia PR-412.

Uma possibilidade mais cultural e muito indicada é descer a serra pela Estrada da Graciosa, que utiliza a antiga rota dos tropeiros e liga a parte alta da serra ao litoral.

ONDE FICAR

Não faltam boas opções de hospedagem pra quem quer curtir as nossas praias. São hotéis, pousadas, hospedarias e casas para locação, tanto nas regiões urbanas quanto cercadas por natureza. As acomodações variam das mais simples às de alto padrão.

Pontal do Paraná
Pontal do Paraná – Foto: Pref. de Pontal do Paraná

GASTRONOMIA

O visitante tem a garantia de que descobrirá novos sabores no litoral paranaense, cada um mais irresistível do que o outro. Além das inúmeras opções de frutos do mar fresquinhos, preparados das mais diversas maneiras, há o Barreado, o prato típico do estado. Você também não pode deixar de provar a tainha assada, de Guaraqueçaba; as famosas ostras paranaenses, consideradas as melhores do mundo e servidas principalmente na Estrada do Cabaquara, em Guaratuba; o arroz lambe-lambe de Paranaguá; e a Cambira, típica de Pontal do Paraná.

Ah… nem pense em não provar a famosa cachaça de Morretes e a tradicional bala de banana, de Antonina, que são 100% natural!

Bala de Banana – Foto: Paraná Turismo

MUNICÍPIOS QUE PERTENCEM À REGIÃO
ANTONINA
GUARAQUEÇABA
GUARATUBA
MATINHOS
MORRETES
PARANAGUÁ
PONTAL DO PARANÁ

Praia dos Amores, Caiobá, Matinhos – Foto: Edilson Tadeu Giordano / Prefeitura de Matinhos

 

Fonte: Paraná Turismo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*