Portos do Paraná emite nota sobre incêndio

 

Portos do Paraná emite nota sobre o incêndio que destruiu estrutura que transporta grãos na área portuária.

Nesta quarta-feira (22), por volta das 4h, um incêndio atingiu a estrutura de correias transportadoras de dois terminais privados que atuam no segmento de Granéis sólidos de exportação no Porto de Paranaguá (CIMBESSUL e AGTL). O corpo de bombeiros e a Guarda Portuária foram imediatamente acionados e as chamas foram controladas por volta das 6h30. Neste momento, eles trabalham apenas no rescaldo.

Segundo informações iniciais, o fogo teria começado na estrutura da AGTL e se alastrado para a empresa ao lado, Cimbessul. Ambas têm as estruturas aéreas localizadas sobre a avenida Coronel José Lobo, em Paranaguá.

Por medidas de segurança, desde o aviso do incêndio as operações de embarque de grãos e farelo pelo Corredor de Exportação foram interrompidas. Desde as 7h30, todas as correias estão sendo lavadas para garantir que não haja mais nenhuma fagulha. Assim que essa limpeza for feita, a Portos do Paraná, Associação dos Operadores Portuários do Corredor (AOCEP) e Associação dos Terminais do Corredor de Exportação de Paranaguá. (Atexp) vão avaliar o retorno imediato das operações.

No Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá 11 terminais atuam no embarque de graneis, interligados. Neste primeiro momento, a volta das operações será sem o embarque de dois terminais: AGTL e CIMBESSUL. Porém, seguirá operando com 9 terminais (2 públicos e 7 privados).

As causas do incêndio estão sendo nvestigadas e reparos serão feitos imediatamente para que os dois terminais voltem à operação o quanto antes. As operações nos demais berços, incluindo a movimentação de contêineres, fertilizantes e carga geral, não foram afetadas e seguem normais.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Portos do Paraná.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*