Órgãos de inteligência suspeitam de ataque bolsonarista no 7 de setembro para culpar o PT

 

O jornalista Matheus Leitão, em artigo publicado no portal Veja, informa sobre um possível autoatentado articulado por bolsonaristas para tentar criar um factoide contra o PT.

De acordo com Leitão, “órgãos de inteligência estão investigando uma suspeita de ataques ao 7 de setembro com viés golpista – e o intuito de criar um factoide político para mudar o curso da eleição de 2022 – envolvendo grupo radicais de direita”.

“O ato criminoso seria realizado para ferir os próprios bolsonaristas, gerar pânico na sociedade e, em seguida, colocar a culpa na esquerda. A suspeita foi confirmada por dois oficiais desses órgãos de inteligência à coluna, com longo serviço prestado ao país, mas sem nenhum viés ideológico”, relata.

O jornalista afirma que, apesar do plano ser complexo, não seria a primeira vez que algo do tipo seria colocado em prática. “O atentado do Riocentro, em 1981, foi organizado por setores radicais do Exército e da Polícia Militar do Rio para incriminar grupos de esquerda que faziam oposição à ditadura, regime que, naquela época, amordaçava e sufocava a democracia no país há 17 anos”.

Leitão ressalta que “em nenhum momento, contudo, as fontes desta informação repassada à coluna – relacionada à suposta conspiração em curso no Brasil em pleno 2022 – citaram o envolvimento de setores do Exército ou da Polícia Militar, que agiram, há mais de 40 anos, como órgãos terroristas”.

Do Brasil 247.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*