Lembram daquele triplex que Moro dizia ser do Lula? O verdadeiro dono vai sortear

 

Apartamento gerou uma condenação contra Lula, posteriormente anulada pelo STF, que considerou Moro parcial no julgamento

O “famoso” triplex no Guarujá, apartamento naquela cidade do litoral paulista que a Lava Jato atribuiu ao ex-presidente Lula para condená-lo no processo que o retirou das eleições de 2018, será sorteado pela internet no dia 30 de março do ano que vem. A decisão foi tomada pelo empresário Fernando Gontijo, que arrematou o apartamento via leilão. Segundo o próprio Gontijo. o sorteio será usado para promover um site de “prêmios” lançado por ele. Poderão participar do sorteio as pessoas que assinarem a plataforma Pancadão, ao custo de 19 reais mensais.

Ao jornal Folha de S.Paulo, o empresário do setor imobiliário do Distrito Federal, disse que comprou o triplex “mais famoso do Brasil” por considerá-lo “um investimento excelente”. Ele garantiu que quem for sorteado vai ter a propriedade do imóvel sem desembolsar um centavo a mais além do preço da assinatura. Gontijo pagou R$ 2,2 milhões pelo apartamento.

Apesar da falta de evidência, o ex-juiz Sergio Moro condenou Lula a 8 anos e 10 meses de prisão, seis meses antes das eleições presidenciais de 2018. No entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou o ex-juiz parcial no julgamento do tríplex do Guarujá, anulou a condenação. Na última quarta-feira (7), o Ministério Público Federal considerou o caso prescrito e pediu seu arquivamento.

Fonte: RBA e Brasil de Fato

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*