Flexibilização da quarentena coloca Pontal em risco no feriadão

 

Em Pontal do Paraná não existe qualquer restrição de acesso no feriado. Lembrando que a maior restrição no município e, está em vigor é um toque de recolher, que vai da meia noite às 05h do dia seguinte, e que festas e abertura de casas noturnas estão vetadas, mas basta dar uma “rodada” nesse período pelas ruas da cidade para constatar que a medida é pífia.

O prefeito Binho, segue a postura inadequada de Bolsonaro frente às recomendações da OMS para o enfrentamento do coronavírus, e fica refém dos empresários locais e coloca em pratica medidas que em nada auxiliam a preservação da saúde dos munícipes.

Um exemplo de medida que não corresponde com a realidade: os idosos em Pontal só podem deixar suas casas no período da manhã para realizar serviços ou compras essenciais. É obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos. Andando pelos balneários o que se vê é exatamente o contrário e nenhuma fiscalização.

Sabe-se de que os bloqueios generalizados que impedem completamente a entrada e a saída do território municipal de todos os meios de transporte de cargas e pessoas, individuais e coletivos, bem como a livre circulação de pessoas e serviços entre os limites do município, não encontram base legal nem mesmo nessa situação de emergência, porem a prefeitura poderia restringir a circulação decretando fechamento do comercio nesse período. Os eventos e aglomerações representam um risco, e é preciso reforçar o isolamento social.

Falta de restrição de circulação ao comercio durante feriados

E uma outra coisa: que é permitido por lei, por exemplo, são barreiras sanitárias montadas com equipes de profissionais da área da saúde – podendo ser amparadas por forças públicas de segurança, como Polícia Militar do Paraná ou Guarda Municipal de Pontal – que fiscalizem a circulação de pessoas, bens e serviços a fim de reduzir os riscos de contágio ou impedir o ingresso ou a saída de pessoas e produtos que ofereçam o risco de contágio.

Com a baixa adesão ao isolamento em dias normais, o feriado de 7 de setembro, tem deixado moradores preocupados. Como diz uma moradora de Pontal, cobrando atitudes do prefeito e vereadores: “Não é o momento de visitar os parentes, fazer compras no comercio no feriadão ou passear nas praias. O momento é de ficar em casa. Isso é muito sério!”

Dados desta sexta-feira mostram que o Paraná ultrapassou 100 mil casos e mais de 2.500 mortes por coronavírus. Sempre é bom e importante reforçar que o vírus circula no Paraná todo e número de pessoas contaminadas segue crescendo, portanto, todas as medidas de prevenção devem ser tomadas em especial em cidades como Pontal do Paraná que em feriados como o que se aproxima recebe visitantes do estado todo.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*