DIA DAS MÃES E SUAS HISTORIAS

 

O Dia das Mães é uma data que celebra a vida e a existência de cada mamãe, além de ser uma oportunidade especial de agradecer a elas pelo cuidado, dedicação e amor incondicional na maternidade.

É muito comum celebrar com almoços especiais, presentes e momentos de união em família.

É claro que pelo mundo essa data também é muito especial e a SOL MAIOR vai te contar todos os detalhes e de onde veio essa comemoração.

Qual A Origem E História Do Dia Das Mães?

origem do Dia das Mães é complexa. Há semelhanças com celebrações da antiguidade, mas, por outro lado, foi no último século que a data e a comemoração como conhecemos hoje teve origem e se consolidou com o passar dos anos.

Podemos considerar como pontos de partida do Dia das Mães: as celebrações gregas à Réia, na antiguidade, assim como o “Domingo das Mães” na Inglaterra no século XVII e, mais recentemente, a homenagem à Ann Jarvis, nos EUA, no século XX.

Por Que O Dia Das Mães É Comemorado No Segundo Domingo Do Mês De Maio?

A escolha do segundo domingo do mês de maio como dia de comemoração do Dia das Mães está totalmente conectada com a origem da data.

Isso porque a “criadora” do Dia das Mães escolheu o segundo domingo de maio por ser a data mais próxima do dia que sua mãe havia falecido, já que tudo começou como uma homenagem para ela – mas vamos te contar mais nos próximos parágrafos!

Quando Foi O Primeiro Dia Das Mães?

 

A Grécia antiga já celebrava uma espécie de “Dia das Mães” com uma festa de adoração à Reia, a mãe dos deuses. Considerada a deusa da maternidade, ela estava muito relacionada com a fertilidade.

Porém, a comemoração como conhecemos hoje surgiu muito depois.

Consideramos que o primeiro Dia das Mães aconteceu em maio de 1908, quando através da iniciativa de um memorial para Ann Jarvis, mãe de Anna Jarvis, acabou-se firmando essa data comemorativa em homenagem não apenas a Ann, mas a todas as mães.

Dia Das Mães Na Antiguidade

Existem muitas semelhanças entre celebrações da antiguidade e o Dia das Mães atual. Por exemplo, na Grécia Antiga, era costume realizar uma festa de adoração à Réia, a Mãe dos deuses.

E a tradição de homenagem às mães não parou por aí nos tempos antigos: também existiam festas em honra da figura da mitologia romana Cibele, também chamada Magna Mater (Grande Mãe).

Quando o Império Romano se tornou cristão e as festas do Magna Mater não tiveram continuidade, o Dia das Mães viria a ser celebrado de uma forma diferente: no 4º domingo da Quaresma, em honra da Virgem Maria, e da Igreja-Mãe.

Dia Das Mães Na Inglaterra – Século XVII

No entanto, foi só no século XVII, na Inglaterra, que as pessoas começaram a voltar para suas igrejas-mãe no 4º domingo da Quaresma. Foi então que o dia começou a ser conhecido como “Domingo das Mães” no país.

Era também um dia de folga para os criados, que podiam visitar as suas igrejas-mãe com suas mães e toda a família. Como feriados não existiam, a data tinha um impacto ainda maior porque permitia que a família aproveitasse um dia com todos juntos.

Dia Das Mães Nos Estados Unidos – Século XX

Já o Dia das Mães contemporâneo tem uma “mãe”: uma jovem americana chamada Anna Jarvis. Tudo começou com uma celebração pela memória da mãe, Ann Jarvis.

Três anos após a morte de Ann, o primeiro dia das mães foi celebrado na igreja metodista de Andrews, em Grafton, em 1908. A filha Anna Jarvis escolheu o segundo domingo de maio porque seria sempre próximo de 9 de maio, o dia em que sua mãe tinha morrido.

Anna se inspirou e começou a se esforçar para estender essa homenagem a todas as mães. De fato, com os esforços de Anna, a celebração começou a se popularizar. Em 1914, a data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson e aos poucos, a homenagem foi se espalhando para outros países, inclusive o Brasil.

Dia Das Mães No Brasil

 

A popularização da celebração do Dia das Mães nos Estados Unidos fez com que ela chegasse ao Brasil e o primeiro Dia das Mães foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918.

Aos poucos, a festividade se espalhou pelo país e depois de alguns anos se tornou oficial. O pedido de oficialização foi das feministas da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino como estratégia para valorizar a importância das mulheres na sociedade.

Getúlio Vargas foi o presidente responsável por oficializar o segundo domingo de maio como Dia das Mães no Brasil, em 1932. “O segundo domingo de maio é consagrado às mães, em comemoração aos sentimentos e virtudes que o amor materno concorre para despertar e desenvolver no coração humano, contribuindo para seu aperfeiçoamento no sentido da bondade e da solidariedade humana.”, afirma o decreto.

Em 1947, a data do Dia das Mães passou a ser incluída no calendário oficial da Igreja Católica no Brasil. Desde então, é celebrada por famílias de todas as religiões e cantos do país.

Dia Das Mães Em Outros Países

Você sempre quis saber sobre o Dia das Mães pelo mundo e quando se comemora essa data em outros países? Listamos alguns para você conhecer!

Datas fixas

  • 8 de março: Albânia, Sérvia, Montenegro
  • 21 de março: Egito, Síria, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Kuwait
  • 10 de abril: México, Guatemala, Bahrein, Índia, Malásia, Qatar, Singapura
  • 15 de maio: Paraguai
  • 26 de maio: Polônia
  • 12 de agosto: Tailândia

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*