Confronto Entre Oposição e Governo em Redes Sociais em Pontal do Paraná

Uma Batalha Digital Entre Oposição e Governo!

Parecia um dia de WhatsApp, de nome sugestivo: “Boca no Trombone” na vida real. Após uma enxurrada de insultos trocados durante a semana, oposição e governo, incluindo uma pastora e uma servidora municipal, engajaram-se em um acalorado bate-boca na rede social.

As redes sociais na internet são um fenômeno relativamente novo e buscam espelhar as formas de relacionamento humano na rede mundial de computadores. Elas são a face mais visível e popular das mudanças trazidas pela internet no comportamento e na organização das sociedades.

O Brasil e o mundo vivem uma nova forma de organização social, lastreada nas redes sociais na internet. A extrema-direita de Pontal do Paraná percebeu seu alcance e seu potencial de forma inequívoca.

Com ânimos exaltados, tudo começou quando uma pessoa preocupada com a situação de um morador de rua em Pontal do Paraná criticou a prefeitura por sua inércia. Em resposta, um blogueiro, conhecido por receber apoio da prefeitura, defendeu o prefeito Rudão Gimenes e fez acusações contra o Portal Sol Maior e o cidadão indignado com o problema. O caso em tela é  de Jorge, um dos moradores de rua da cidade, exemplifica o descaso da Prefeitura e da gestão do prefeito Rudão e a ineficácia do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em cumprir sua missão. Jorge perdeu todos os seus documentos, tem problemas sérios de saúde inclusive com AVC e, apesar de ser responsabilidade do CRAS ajudar na resolução de problemas como este, ele permanece sem assistência. Senhor Jorge vive abandonado pela sorte e só sobrevive com a ajuda de alguns moradores. Enquanto Jorge e muitos outros continuam sem perspectiva, a comunidade questiona: até quando a prefeitura de Pontal do Paraná e o prefeito Rudão permitirá que seus cidadãos mais vulneráveis sejam negligenciados?

Cada pessoa em situação de rua tem uma história única. Muitos foram empurrados para as ruas por problemas econômicos, como a perda de emprego e a incapacidade de pagar aluguel. Outros enfrentaram crises pessoais, como a dissolução de relações familiares ou doenças graves, que minaram suas redes de suporte. Existem também aqueles que lidam com vícios ou transtornos mentais que os afastaram da convivência social regular.

A situação esquentou ainda mais quando alguém publicou um vídeo do prefeito acusando o presidente da câmara, vereador Sene, de não colocar em discussão em plenário um projeto sobre o uso de 25 milhões em votação, sendo que deste valor 10 milhões iriam ao grande empresario da cidade para o projeto MOLE – No litoral, o termo “mole” refere-se a uma estrutura construída para proteger uma área costeira, como um porto ou uma baía, contra a força das ondas e correntes. A mole geralmente se estende para o mar a partir da costa e pode ser feita de pedras, concreto ou outros materiais resistentes. Além de servir como proteção, as moles também podem facilitar o acesso seguro de embarcações ao porto e reduzir o assoreamento das áreas abrigadas. Em algumas regiões, a mole também pode ser conhecida como quebra-mar. Em resposta, o vereador Sene Cardozo, em áudio na mesma rede social, lançou duras críticas e acusações ao prefeito Rudão. O resultado? Uma verdadeira guerra digital que parece não ter fim. Acompanhe a polêmica aqui no Portal Sol Maior.

SAIBA MAIS AQUI

Vulnerabilidade Social e Descaso Municipal em Pontal do Paraná

Descaso da Prefeitura de Pontal do Paraná com Moradores de Rua

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*